Meça e reduza a iridescência do vidro temperado

Todos estamos familiarizados com as manchas ou raias que aparecem nas superfícies de vidro. Isto é especialmente verdadeiro quando há um alto grau de polarização da luz, com instalações do vidro perto do mar ou duas a três horas antes do pôr do sol. Graças à extensa pesquisa e desenvolvimento pela Glaston e a Arcon da Alemanha para eliminar este fenômeno, agora é possível pela primeira vez medir exatamente quanta iridescência está ocorrendo ao temperar o vidro. E com o Glaston IriControL, os processadores podem fabricar vidro temperado com qualidade sem precedentes, no qual as marcas iridescentes não podem ser vistas nem mesmo a olho nu.

Glaston IriControL1 – tecnologia para reduzir a iridescência

Com a mais recente tecnologia que acaba de ser lançada pela Glaston, o IriControL permite aos processadores de vidro temperar o vidro com o menor nível possível de iridescência mínima. Isto permite produzir vidro para aplicações nas quais a iridescência não é tolerada, ou onde a iridescência é enfatizada ainda mais pelo alto grau de polarização da luz.

A nova tecnologia especificamente reduz a iridescência nos tipos de vidro que são mais sensíveis a ela, incluindo vidros de 8 – 15 mm, endurecidos pelo calor, ou vidro transparente.

Glaston IriControl2 – medindo a iridescência, ou anisotropia, com valores isotrópicos

Pela primeira vez, os valores de iridescência podem ser medidos em valores numéricos reais. Conhecido como um valor isotrópico, o número indica quão visível ou invisível é o fenômeno da iridescência em cada painel do vidro processado. Um valor de 0 a 50% é inaceitável. Valores entre 50 e 70% são comuns, mas as marcas de iridescência podem ser vistas facilmente. Vidros com valores entre 70 e 85% são considerados como vidro de alta qualidade no mercado hoje. Em comparação, o Glaston IriControL alcança valores de mais de 95% com uma frequência consistente.

O Glaston IriControL2 combina a tecnologia IriControL1 com um novo sistema de medição off-line da iridescência que mostra o valor isotrópico como um número real. Isto fornece um ponto de referência a partir do qual é possível melhorar o processo, ou confirmar para os clientes que o vidro ultrapassa todos os padrões de qualidade normais em termos de iridescência.

Convidamos você a saber mais na China Glass 2013, em Pequim, China, no GPD Finlândia 2013, em Tampere, na Finlândia, e na MirStekla em Moscou, Rússia.

Resultados de teste do Glaston IriControL_web