Na vanguarda para seus clientes desde 1899

Fundada em 1899, a empresa sueca Martin G Anderson já conta com uma extensa história no negócio do vidro. Sempre na vanguarda para satisfazer as necessidades dos seus clientes, a companhia acaba de concluir um projeto de atualização, convertendo seus fornos de têmpera Glaston de 2008 em fornos aptos para 2017. Esta atualização permitiu à companhia aumentar a produção, melhorar a qualidade e reduzir o consumo de energia.

Em 2008, a Martin G adquiriu o forno de têmpera ProE da Glaston. “Foi uma ótima aquisição. Porém, nos últimos anos, constatamos que a produção não era suficiente para responder à crescente procura. Na realidade, foi necessário realizar muitas horas extra para que pudéssemos cumprir os prazos de entrega para os nossos clientes”, explicou o Diretor de Qualidade e de Desenvolvimento da Produção da Martin G Anderson, Joacim Dahlkvist.

“Uma vez que já tínhamos o forno de têmpera da Glaston, foi fácil escolher um fornecedor”, disse Joacim. “Não era possível aumentar a produção somente convertendo o equipamento que tínhamos em um forno de duas câmaras, tendo em vista que o layout não o permitia e, além disso, exigiria maior consumo de energia. Quando o que queremos é aumentar a produção e melhorar a qualidade, não há muitas alternativas possíveis. Foi então que tomamos conhecimento da possibilidade de modernizar o fundo do forno e o sistema de controle selecionando o upgrade automático do controle do cilindro de calor (RHC).”

“É um pacote de serviço muito satisfatório”, afirma ele. “Uma forma de converter nosso forno de 2008 em um modelo de 2017, que equivale a padrões modernos, Sem que seja necessária uma máquina maior. Usa o mesmo layout sem precisar de mais energia. Na realidade, o forno agora consome muito menos energia.”

Leia mais sobre o projeto

Roller heat control RHC upgrade at Martin G Andersson