GlassecViracon, Brasil

Referência - Americas

O Mercado Internacional está chamando


“Quando decidimos investir em um novo forno de tempera, desejávamos equipamento que nos permitisse fabricar vidro de baixa emissividade de tamanho extra grande com excelente qualidade óptica, planicidade e o mínimo de empenamento.

Escolhemos do forno de têmpera Glaston FC500 porque ele correspondia inteiramente a todos os nossos requisitos. Além disso, temos confiança na qualidade dos produtos Glaston, assim como no suporte técnico e no conhecimento de processamento de vidro da empresa. Antes de fazer a compra, visitamos vários processadores de vidro que possuem essa máquina. A opinião sobre o Glaston FC6500 foi sempre bastante positiva. Estavam satisfeitos com o desempenho do forno porque atendeu a seus requisitos qualitativos e quantitativos de produção. Isso nos deu mais confiança ainda ao tomarmos nossa decisão.

Nós já temos um forno Glaston, mas possui menos recursos e limitações dimensionais específicas. Isso não nos permitiu participar de diversas concorrências internacionais, pois não podíamos atender aos requisitos técnicos e de qualidade.

Após instalar nossa nova máquina, nossa primeira experiência prática foi fabricado peças de vidro laminado semitemperadas para um projeto de exportação que precisava atender os padrões internacionais de qualidade de vidro mais recentes. Isso foi conseguido com facilidade e o cliente ficou totalmente satisfeito com os resultados.”

-Daniel Thiago Scarpato

Diretor Industrial, GlassecViracon

www.glassecviracon.com.br

Referências similares


Washington Art Glass, UK

#RC Series #Têmpera plana

“Somos os ‘recém-chegados no pedaço’ com a nossa mais recente oferta de impressão digital em cerâmica em vidro, o que permite acessibilidade a peças de vidro isoladas que podem ser temperadas em uma obra-prima de longa duração. Foi por acaso que conhecemos a Dip-Tech na Glastec, em Dusseldorf, em 2016. Após 18 meses, levamos à prática a nossa ideia de negócio”, afirma Charlie Hill, proprietário da Washington Art Glass em Tyne and Wear, no Reino Unido. “A chave para o nosso sucesso foi um investimento no forno de têmpera da Série RC da Glaston para obter resultados de vidro plano de alta qualidade.”

Leia mais

Vetroseal, Reino Unido

#FC Series #Têmpera plana

“Desde que abri a empresa, há 18 anos, o foco sempre foi prestar um ótimo atendimento ao cliente e fornecer excelentes unidades insuladas de vidro duplo. Entregá-las no dia seguinte, se necessário, nos colocou à frente da concorrência”, diz Eric Falisi, diretor-geral da Vetroseal. “Para aumentar a produção e a qualidade, adquirimos o forno de têmpera plana FC Series da Glaston. Era o que estava faltando.”

Leia mais

Euroview, Reino Unido

#FC Series #iLooK #Têmpera plana

“Quando cheguei na Village Glass em maio de 2015, estava animado com a oportunidade de fazer crescer os negócios para ficar o maior produtor Independente de vidraças duplas no Reino Unido. Os dados são fundamentais para desenvolver qualquer negócio. É por isso que decidimos investir no FC500 da Glaston com o sistema de medição da qualidade de vidro online iLooK," diz Steve Larvin, Diretor Administrativo da Village Glass em Essex, Reino Unido.

Leia mais

Artigos


What does 1 million loads mean to you?

Putting digitalization into practice in the glass processing industry has taken some time. But now the momentum has picked up and the number of users is accelerating...

Leia mais

#AskGlaston Episode 50: Is it possible to re-temper glass that has already been tempered?

Today, let’s cover just one short but very peculiar question: Is it possible to re-temper glass that has already been tempered? Is it possible to re-temper...

Leia mais

#AskGlaston Episode 49: Do we get the same internal strength after glass cutting as without it?

This week, we are dealing with this one interesting question: Do we get the same internal glass strength after glass cutting as without it? We have done some experiments...

Leia mais